Menu Principal

Usuários Online

Histórico Bispado Diocese de São João da Boa Vista

 

BREVE HISTÓRICO DO PRÉDIO DO BISPADO

bispado_diocesesjbv_antigoO sobrado, atualmente conhecido como Bispado de São João da Boa Vista, foi construído em 1890, conforme a data registrada na bandeira da entrada principal, pelo capitalista e empreiteiro alemão Nicolau Rehder. O pavimento superior serviu como sua residência e o pavimento inferior, como estabelecimento comercial, loja de ferragens para abastecer com material de construção a crescente cidade cafeicultora. O projeto foi executado pelo engenheiro alemão Carlos Martins, tendo a participação dos técnicos da empreitada que construiu o Ramal Férreo de Caldas (1883-1886).
Nicolau Rehder manteve seus negócios no local até 1895, quanto decidiu vender todo seu patrimônio para arriscar nova vida no sertão paulista. O sobrado foi arrematado pelo fazendeiro Cel. Christiano Osório de Oliveira, que morava em um chalet nas proximidades. Antes de ocupá-lo, contratou os serviços do capomastro italiano Ermeto Piocchi, para ampliação e reforma total.
A obra foi inaugurada em 1910, conforme data registrada no portão lateral, recebendo anexo para entrada de troles e carros, área de serviço, quartos de empregados, cozinha e banheiro. As fachadas principais receberam caprichosos relevos neo-renascentistas, seguindo rigidamente o Tratado de Vignola, além de pinturas internas executadas pela família italiana Bisi, destacando-se cenas pitorescas no alpendre superior.
No pavimento térreo, com seu irmão João Osório de Oliveira, Christiano instalou uma casa bancária de ascende movimento financeiro na região. Porém, nos anos 20, o banco foi fechado devido à abertura de falência de seu irmão. Christiano Osório tornou-se muito rico e poderoso após a crise de 29, somando grande quantidade de terras pelo resgate de dívidas ocasionadas pela queda do preço do café.  Porém, uma década depois, em 1939, faleceu vitimado por tuberculose.
Sua viúva, Gabriela Ribeiro Oliveira, decidiu desocupar o sobrado construindo nos fundos do terreno uma nova residência, de proporções mais modestas. Durante a campanha empreendida pelo Monsenhor Antonio David para a instalação da Diocese local, a Família Christiano Osório decidiu pela doação condicionada do sobrado, a fim de servir como Bispado e Cúria Diocesana.
Na ocasião, foram realizadas pequenas reformas e adaptações, pois o prédio estava fechado há muito tempo, em desuso. Nesta reforma, preocupou-se com as instalações hidráulicas e elétricas, construção de novos banheiros, revestimentos sobre pinturas parietais, revisão das esquadrias de portas e janelas, revisão de telhado, calhas e condutores.
Tudo ficou pronto para a posse do primeiro bispo Dom David Picão, em 31 de julho de 1960.

Texto: Antonio Carlos Rodrigues Lorette

Nossa página no Facebook