1º Encontro de acolhida de casais recasados em Divinolândia

No último dia 29 de Julho, a Paróquia Divino Espírito Santo de Divinolândia, realizou o 1º Encontro de Acolhida de Casais Recasados (2ª União).

O encontro contou com a assessoria do Juiz Auditor da Câmara Eclesiástica, Pe. Diogo Cassiano Maciel, que palestrou sobre os seguintes temas: “Mãe acolhedora: O lugar dos recasados na Igreja”, “As Causas de Nulidade Matrimonial” e “O Processo de Nulidade Matrimonial”.

No período da tarde, casais puderam dar seu testemunho de vida, e Pe. Marcos Antonio Campanhari, pároco desta paróquia, concluiu o encontro.

Este encontro aconteceu com base na Exortação Apostólica Amoris Laetitia nº 299: “Batizados que se divorciaram e voltaram a casar civilmente devem ser mais integrados na comunidade cristã sob as diferentes formas possíveis, evitando toda a ocasião de escândalo. A lógica da integração é a chave do seu acompanhamento pastoral, para saberem que não só pertencem ao Corpo de Cristo que é a Igreja, mas podem também ter disso mesmo uma experiência feliz e fecunda. São batizados, são irmãos e irmãs, o Espírito Santo derrama neles dons e carismas para o bem de todos. A sua participação pode exprimir-se em diferentes serviços eclesiais, sendo necessário, por isso, discernir quais das diferentes formas de exclusão atualmente praticadas em âmbito litúrgico, pastoral, educativo e institucional possam ser superadas. Não só não devem sentir-se excomungados, mas podem viver e maturar como membros vivos da Igreja, sentindo-a como uma mãe que sempre os acolhe, cuida afetuosamente deles e encoraja-os no caminho da vida e do Evangelho. Esta integração é necessária também para o cuidado e a educação cristã dos seus filhos, que devem ser considerados o elemento mais importante”.