ANO A – IV DOMINGO DO ADVENTO: Uma Virgem conceberá!

Hoje, Maria e José se destacam por colaborar com Deus na realização do Plano de Salvação.

Is 7,10-14 anuncia uma Virgem que conceberá o Deus conosco. O Rei Acaz confia mais no poder do exército assírio do que na força e proteção de Deus, e sofre um estrondoso fracasso. Apesar de Acaz, Isaías confirma a fidelidade de Deus e revela um sinal de esperança: Uma Virgem conceberá e dará à luz um filho (Ezequias), e lhe porá o nome de Emanuel, que quer dizer Deus-Conosco. O filho de Acaz, concebido de uma virgem, foi um bom rei, consolidou a dinastia de Davi como sinal da presença de Deus no meio do povo. Surge daí a expectativa de outro rei, filho de Davi, que cumpriria a profecia como Deus conosco. Os cristãos sempre viram na figura dessa virgem a imagem de Maria, mãe de Jesus, e no Emanuel, o próprio Jesus, verdadeiro Deus-conosco.

Rm 1,1-7 lembra que Jesus é a boa-nova de Deus há tempos anunciada pelos profetas, nas Sagradas Escrituras, mas judeu de nascimento, da família de Davi.

Mt 1,18-24 mostra a plena realização da promessa: Jesus é Deus-conoscoque vem ao encontro dos homens para lhes dar a Salvação. Ele nascerá de Maria, esposa de um homem bom, justo e honrado chamado José, descendente de Davi. Este texto nos ensina que:

– Jesus vem de Deus: sua origem é divina, e Maria se vê grávida por obra do Espírito Santo.

– A Missão de Jesus está no nome: Javé salva. Ele mostra que vem de Deus comunicar a salvação.

– O Nascimento de uma Virgem diz que é o Messias anunciado pelos profetas, enviado por Deus para restaurar o reino de Davi.

Josétem um papel único: Pela sua obediência silenciosa, realizam-se os Planos de Deus. Confiando na Palavra de Deus, entra no Mistério divino, e assume, com plena disponibilidade, o plano salvador de Deus.

A Virgem Maria nos convida a admirar o que o Senhor fez nela e crer na vitória da vida onde nós só vemos sinais de morte.

No Natal,Deus vem trazer a Salvação. Esse encontro só é possível se abrimos o coração para o acolher e abraçar a sua proposta.

O Evangelho nos apresenta Maria e José, modelos de disponibilidade. Mesmo com dúvidas sérias sobre o Plano de Deus, foram disponíveis na realização desse Plano.

Maria está sempre atenta aos apelos de Deus e responde com um sim generoso de total disponibilidade. Esse sim torna possível a presença salvadora de Deus no mundo. Assim, também, deve ser o nosso sim, para que Deus possa nascer no mundo e salvar os homens.

José é um homem a quem Deus envolve nos seus planos misteriosos, mas que tudo aceita, numa obediência total a Deus. Assim, também nós, somos chamados a acolher os projetos às vezes misteriosos de Deus, com a mesma disponibilidade de José, em obediência total a Deus.

Com Maria e José, acolhamos a mensagem de Deus, acreditemos nela, superemos o medo e a dúvida. Se, como Maria e José, nos deixarmos engravidar pelo Espírito do Senhor, emprestando nosso ser, nosso corpo e a mente, nosso espírito e o tempo, nossa fragilidade e força, para que Deus atue em nós, toda nossa vida será um Natal perene, um contínuo Deus-conosco.

Dom Antonio Emidio Vilar, sdb
Bispo Diocesano


Artigos Recentes