I Domingo do Tempo Comum: Batismo – Anúncio do Reino

Das festas do Natal e infância de Jesus, vamos à sua vida pública. No Batismo do Jordão revela-se o Filho amado de Deus que o Pai enviou ao mundo para salvar e libertar os homens.

Is 42,1-4.6-7 anuncia o Servo de Deus enviado aos homens para instaurar um mundo de justiça e de paz. Com o Espírito de Deus, ele cumprirá essa missão com humildade e simplicidade.

Em At 10,34-38 Pedro diz que Jesus é o Filho amado que o Pai enviou ao mundo para realizar um projeto de salvação: Ele passou pelo mundo fazendo o bem e libertando os oprimidos. Essa é também a Missão fundamental dos discípulos.

Em Mt 3,13-17 se realiza a promessa: Jesus é o Servo enviado pelo Pai, sobre quem repousa o Espírito, e cuja missão é realizar a libertação dos homens.

Jesus não precisa de Batismo, e João nem quer batizá-Lo. Mas Jesus lhe pede o batismo de purificação, de arrependimento e de perdão dos pecados para manifestar sua identidade e missão:

+ Jesus é solidário com o pecador, põe-se ao seu lado em seu caminho para a liberdade;

+ Jesus é o Filho Amado enviado pelo Pai ao mundo para trazer a salvação a todos;

+ Jesus é o novo libertador e o batismo no Jordão recorda a passagem do Mar Vermelho com o Novo Moisés, cheio do Espírito de Deus, para conduzir o Povo da escravidão para liberdade;

+ Jesus é o Messias esperado do qual João é só o precursor.

Mateus mostra a Identidade e a Missão de Jesus, com três elementos simbólicos expressivos:

* os céus abertos, o Espírito que desce em forma de pomba e a Voz do céu.

Os céus se abrem: Deus encerra seu silêncio, abre seu coração e se mostra amigo dos homens: é a reconciliação entre o céu e a terra, entre Deus e os homens.

O Espírito Santo desce em forma de Pomba: o Espírito de Deus, que na Criação paira sobre as águas, e no Dilúvio, quando o céu se fecha, a pomba com ramo de oliveira é sinal de que a paz renasce.

Ouviu-se uma voz do céu: há 300 anos o povo não ouvia a voz de Deus pelos profetas; ao enviar o Espírito sobre Jesus, Deus fala com os homens e Jesus é confirmado pelo Espírito Santo e o Pai.

O Batismo de João que Jesus recebeu é rito penitencial, de purificação, para os que aceitam se preparar para a vinda do Messias; e antecipa o Batismo cristão, que é B. na água e no Espírito.

O Batismo de Jesus é um sacramentoinstituído por Cristo e realizado pela Igreja: lava a mancha do pecado original, dá Vida Nova, torna-nos membros do Povo de Deus e da Igreja, filhos de Deus e herdeiros do céu, é um Sinal sensível e eficaz da Graça, é uma presença especial de Deus em momentos importantes de nossa vida.

O Batismo é o começo de um caminho como seguidores de Cristo que nos compromete a servir Deus com fidelidade, como membros vivos e atuantes no Povo de Deus. Em outras palavras, o Batismo nos faz discípulos missionários de Jesus Cristo!

Dom Antonio Emidio Vilar, sdb
Bispo Diocesano