Celebração do Bem-aventurado Donizetti Tavares de Lima – 16 de Junho

Nossa Diocese no final do ano passado, em 23 de novembro de 2019, teve a imensa alegria de celebrar a Beatificação do Padre Donizetti. Como a Igreja sempre nos recorda e ensina a santidade não é caminho para alguns, ou para um grupo específico dentro da Igreja, todos nós somos chamados a ser santos e santas na realidade em que vivemos, de modo que nossa vocação seja fermento de transformação do mundo e forma de implantar o Reino de Deus na sociedade.

Aqui podemos recordar um dos escritos de São Pedro que nos mostra a necessidade de sermos santos como Deus (1Pd 1,15-16); ou ainda o Magistério do Papa Francisco que lembra da ação do Espírito Santo em nós para a santificação da humanidade (Gaudete et Exsultate, 6). Assim somos chamados reconhecer que toda santidade provém como dom gratuito das mãos do Pai, e nós conscientes deste chamado devemos responder prontamente como muitos fizeram ao longo da História.

Porém, não basta termos santos e santas, bem-aventurados, veneráveis que sejam próximos a nós e a quem podemos recorrer em nossas necessidades. É fundamental celebrar aquilo que acreditamos, e de fato todo o culto cristão é a mais autêntica celebração da Fé que se manifesta em nossa vida. Portanto, torna-se preciso e fundamental para todos nós cristãos, pertencentes a Diocese de São João da Boa Vista, celebrar o Bem-aventurado Donizetti.

A celebração litúrgica anual do Bem-aventurado Donizetti, como determina a tradição eclesial, incide no dia de sua morte: 16 de junho. No primeiro trimestre recebemos da Santa Sé os textos litúrgicos destinados à celebração da Missa (Coleta e Leituras Bíblicas) e do Ofício Divino (Segunda Leitura do Ofício), os quais disponibilizamos a toda Diocese, em vista da celebração do Bem-aventurado na próximo semana.

Tais textos devem ser utilizados pelas nossas paróquias para a celebração da Missa Solene do Bem-aventurado, ou pelas comunidades de vida e religiosas ou leigos que celebram o Ofício Divino. As orações que faltam, bem como o formulário completo da Liturgia das Horas, que deve iniciar com as I Vésperas na tarde do dia 15 de junho, deverão ser retiradas do Comum dos Pastores.

Nossa gratidão se estende à Comissão de Música Litúrgica por ter composto cantos próprios para a Missa de nosso tão querido Bem-aventurado. O material litúrgico e os cantos são disponibilizados para que possamos bem preparar para a celebração que se aproxima, mesmo que tenhamos que acompanhá-la de modo virtual por causa da atual situação social pela qual passamos.

Aproveitamos a ocasião para recordar que cada paróquia receberá uma relíquia do Bem-aventurado. Esta relíquia pertencerá à paróquia e deverá ser colocada a veneração dos fiéis, para favorecer a piedade e devoção de todo o povo cristão. Como determina nosso Bispo, a celebração do Bem-aventurado será em todo o território diocesano elevada a grau de solenidade particular.

FAÇA AQUI O DOWNLOAD DOS TEXTOS LITÚRGICOS PARA ESTA CELEBRAÇÃO

Pe. Rogério Ramazotti Calelo
Mestre de Cerimônias