60 ANOS DA DIOCESE DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA

Dom Antonio Emidio Vilar, sdb, Bispo diocesano
 
Neste dia 31 de julho, a Diocese de São João da Boa Vista comemora seus 60 anos. Por causa da pandemia, adiamos a celebração principal de seu jubileu de diamante, para o dia 20 de novembro. Hoje, vamos celebrar com três coisas:
1. A Santa Missa de Ação de Graças, na catedral, com transmissão pelas redes sociais da diocese, da catedral e pela TV União, com os cuidados devidos;
2. Um trailer do documentário histórico a ser publicado em novembro;
3. A carta pastoral “A celebração da ‘alegria do amor’ matrimonial”, neste Ano da Família que se prolongará também em 2021.
Ao celebrar o jubileu, com júbilo assumimos três atitudes ligadas ao passado, presente e futuro, como Igreja – por Cristo, com Cristo e em Cristo – ontem, hoje e sempre:
  • O passado nos impele a fazer memória dos personagens desta história, com suas vidas doadas na construção da Igreja Comunhão e Missão, vivendo do Amor e por Amor, o anúncio da Alegria do Evangelho.
  • O presente nos convoca a celebrar, louvar e dar graças a Deus pelos dons recebidos, cientes de que tudo ‘recebemos de graça e de graça devemos dar’.
  • O futuro nos impulsiona a jogar as redes e renovar nosso sim ao Senhor que nos chama, nos consagra e nos envia rumo a novos areópagos que esperam de nós a Luz de Cristo.
 
O destaque para os 60 anos é retomar as três prioridades do Sínodo Diocesano realizado há 20 anos atrás, quando se escolheu: Juventude, Família e Pobres:
  • Juventude – 2019, Ano Diocesano da Juventude, foi guiado pela Exortação Apostólica do Papa Francisco, ‘Cristo vive’, fruto do Sínodo ‘Os jovens, a fé e o discernimento vocacional’.
  • Família – 2020, Ano Diocesano da Família, por causa da pandemia, vai até 2021, seguindo as pistas da Exortação Apostólica do Papa Francisco, ‘A alegria do amor’, resultado de dois sínodos, de 2014 e 2015.
  • Pobres – 2022, Ano Diocesano dos Pobres, renova a opção de Jesus ao ler Isaías na sinagoga de Nazaré: ‘O Espírito do Senhor está sobre mim, pois ele me ungiu para anunciar o evangelho aos pobres, e proclamar um ano do agrado do Senhor.’ (Lc. 4,18s).
 
A quem pergunta, que novidades a Diocese tem para os próximos anos, são três, até 2022:
  • O tribunal eclesiástico diocesano a ser criado para agilizar as atividades canônicas.
  • O centro pastoral diocesano a ser projetado para articular melhor a pastoral.
  • O arquivo diocesano a ser organizado para acesso ao material histórico e pastoral.
Enfim, ao comemorar estes 60 anos, invocamos o nosso padroeiro São João Batista. Que Ele nos ajude e ensine a deixar Cristo crescer e, nós, diminuir, para aplainar e preparar os caminhos do Senhor, anunciando a sua salvação.
Que o Imaculado Coração de Maria, nos guie em nosso ‘Sim’ ao Senhor, para que em tudo ‘faça-se’ a Sua vontade em nossa vocação e missão.
São João da Boa Vista-SP, 31 de julho de 2020.