BENÇÃO DA CAPELA “SÃO JOÃO MARIA VIANNEY”

O Seminário São João Maria Vianney, anexado desde 2018 ao Seminário Arquidiocesano de Ribeirão Preto na cidade de Brodowski, teve inaugurada sua Capela com a Missa e a Benção do altar, estante da Palavra, Sacrário entre outras.

A presidência da celebração foi ministrada por Dom Antônio Vilar, bispo da Diocese de São João da Boa Vista, com a presença do Pe. José Ricardo Costa, Representante dos Presbíteros, além dos Seminaristas residentes do 2º e 3º anos da Etapa do Discipulado e 1º, 2º, 3º e 4º anos da Etapa da Configuração.

A Missa ocorreu às 19h desta última terça-feira, 04 de agosto, festa de São João Maria Vianney. Na oportunidade Dom Vilar posicionou três essenciais características da Capela: a Palavra, o Altar e a Caridade. A Palavra como lugar do anúncio e da proclamação, o Altar como ara do sacrifício de Cristo na vida do Sacerdote, e a Caridade, que é o Sacrário, como sinal do amor presente de Cristo por todos e sinal do amor do Padre pelas ovelhas.

A Capela tem como ícone principal o Bom Pastor. A imagem foi inspirada em 2Pd 5,4 que menciona Cristo como “Príncipe dos Pastores”. Ele é a porta estreita do redil por onde as ovelhas devem passar. Ele é o Filho amado, do qual o Pai aponta com sua mão forte. Numa sucessão apostólica ininterrupta os sacerdotes são chamados a se configurarem aos sentimentos de Cristo Pastor, como os apóstolos, as doze ovelhas; por isso o Coração do Cristo fica muito evidente na arte que faz contemplar Jesus presente, vivo entre nós na Palavra, no Altar e na Caridade. Jesus é dado como modelo a ser seguido. E quanto ao Padre, este age in persona Christi. O deserto é o mundo e onde habita a Igreja peregrina. As árvores são Acácias, cuja madeira é a mais dócil de todas e da qual, a pedido do próprio Deus, usou-se para o feitio da arca da aliança e o mobiliário do Templo. O Rio que corre é ao amor emanado pelo Pai, que passa pelo Filho e atinge pelo Espírito Santo a todos no batismo, fonte de todas as vocações.

O ícone mariano apresenta a Senhora da Conceição Aparecida como Nova Eva, que está grávida no meio do jardim. Ela está revestida de sol e pronta para dar à luz aos novos pastores. No seio da Mãe Maria, que é também o seio da Igreja, se formam e se parem os novos presbíteros. As redes abaixo de seus pés são os três pescadores e os doze peixes recordam a abundância da pesca milagrosa, além da data e do horário em que a imagem foi encontrada no Rio Paraíba do Sul, expressado pelas ondas que ladeiam o ícone. Nesta obra, Maria deixa apenas uma mensagem aos formandos e futuros pastores da Igreja, que se formam nesta sementeira, o seminário: “Fazei tudo o que Ele vos disser”. Ela aponta Jesus, como um dia nas Bodas de Caná.

Por fim, o coração do seminário é a Capela. Este foi o último espaço concluído dentro de um pavilhão reservado à formação de nossos seminaristas de São João.

Nossa gratidão a Arquidiocese de Ribeirão Preto na pessoa do Arcebispo Dom Moacir e administradores. O “muito obrigado” se estende igualmente aos nossos Formadores, que constantemente se fazem presentes nesta casa, dando de si na formação dos futuros pastores; aos benfeitores leigos, Paróquias e Presbíteros da Diocese de São João da Boa Vista, que tanto ajudaram e ajudam nesta obra de Deus com benefícios espirituais e materiais.

Nosso grato reconhecimento às nossas famílias, ao nosso bispo, Dom Vilar e seu governo diocesano e, acima de tudo à providência de Cristo, que nos faz escutar todos os dias de seus lábios: ‘Eu sou o vosso pastor, nada vos faltará’.


Pe. Richard Strazza da Silva Reitor do Seminário São João Maria Vianney