RENOVAR AS FORÇAS

Pe. Reginaldo Carreira
“Até os adolescentes podem esgotar-se, e jovens robustos podem cambalear, mas aqueles que contam com o Senhor renovam suas forças; Ele dá-lhes asas de águia. Correm sem se cansar, vão para a frente sem se fatigar.” (Is 41, 30-31).

Desde sempre se fala da força da juventude, da coragem e ousadia próprias deste tempo de vida, do vigor entranhado no corpo e na alma daqueles que estão nos primeiros tempos da vida! E é verdade! Vemos que grandes mudanças e boa parte dos acontecimentos marcantes da história estão ligados à presença e força de homens ou mulheres jovens, capazes de liderar exércitos ou arrojados e entusiasmados para lutar por suas ideias e novidades! Mas corremos um risco com esta compreensão…, o risco de não enxergarmos o cansaço e o esgotamento que podem também assolar uma juventude, e de julgar que, quando um jovem se mostra cansado, na verdade é um preguiçoso que não faz nada e não tem motivos para estar cansado.

Nem sempre a força física é sinônimo de força total e real. O ser humano, olhado de forma integral, para estar bem precisa estar forte em todos os sentidos: físico, emocional e espiritual, sendo assim, se algumas destas áreas está enfraquecida, os jovens podem sim se esgotar ou ainda cambalear como diz o profeta Isaías. E ainda há outro agravante: enquanto uma pessoa mais velha pode julgar o jovem como preguiçoso ou fraco ao vê-lo demonstrando cansaço, o próprio jovem se julga incapaz e fragilizado ao sentir-se assim… e acrescenta-se então ao cansaço, a culpa e a autocondenação por não ser o que deveria ser e não estar como se espera que ele esteja.

Se a reflexão sobre o cansaço dos jovens tinha sentido quando falávamos de depressão na juventude ou de níveis altos de estresse na juventude atual, tem ainda mais sentido agora, quando vivemos um tempo de pandemia e crises nunca vividas e por isso, capazes de provocar um esgotamento emocional e físico sem precedentes na nossa história recente. E mais uma vez, ao enxergar o homem de forma integral, vemos que este cansaço ou esgotamento alcança também nossa espiritualidade…, abalando a fé e as convicções sobre a presença e proteção de Deus, e sobre o sentido de todas as coisas diante da brevidade da vida…, de forma particular se a vida, que se percebe breve, na verdade ainda nem foi vivida em toda sua plenitude e tempo previstos no senso comum. Reconhecer que até os jovens podem se cansar pode ser fácil neste contexto que vivemos hoje, mas compreender este cansaço não é suficiente. É preciso achar saída para este cansaço e para renovar forças para seguir adiante. E fortalecer a espiritualidade nos dá condições para fortalecer as outras áreas da nossa vida.

No mesmo versículo em que o profeta Isaías fala do cansaço, ele revela o que pode dar força: “mas aqueles que contam com o Senhor renovam suas forças; Ele dá-lhes asas de águia. Correm sem se cansar, vão para a frente sem se fatigar.” (Is 40, 31). A força vem de contar com o Senhor, de saber que Ele está conosco, que não estamos sozinhos, e ainda de saber que vamos para frente sem nos fatigar… e ir para frente significa que independente do que virá, o importante é seguir em frente… sempre! Nos preparemos sim, estudemos e nos organizemos, sim! Mas sem jamais nos desesperar. Contamos com Deus ao nosso lado… e Ele renova nossas forças, e nos leva prá frente, sem cansaço! (cf. Is 40, 31).