PROFESSORA CELINHA RECEBEU A COMENDA “DOM TOMÁS VAQUERO”

Célia Mariana Franchi Fernandes da Silva nasceu a 25 de agosto de 1943. Segundo sua própria definição: rio-pardense de nascimento, cacondense por usucapião. Viúva de Manoel Roberto Fernandes da Silva, mãe de 8 filhos, avó de 11 netos. 45 anos dentro do Movimento Caminho Neo-catecumenal, 35 de trabalho na evangelização na diocese. Tradutora de latim, de duas obras de Santo Ambrósio de Milão, publicadas pela Editora Paulus na Coleção Patristica: “Sobre a penitência “, n. 5, e “Examerão: os seis dias da criação “, n. 26.

Celinha, como é carinhosamente chamada por seus alunos foi professora de “Interpretação de textos e redação “, latim e grego no Propedêutico do Seminário Coração de Maria, durante os 15 anos de funcionamento em Caconde. Professora aposentada de Língua Portuguesa, em Caconde. Conferencista da Semana Euclidiana, em São José do Rio Pardo. Autora do livro “Os sertões mais curto”.

Na pessoa da professora Celinha, leiga, mulher, fazendo memória também do Sr. Manoel Roberto, homenageamos todos os leigos e leigas empenhados nos mais diversos ramos eclesiais de nossa diocese. Bendito seja Deus por nossas famílias cristãs!

Foto: UNIFAE


Artigos Recentes