O SENHOR VEM!

O Ano Litúrgico começa com o Advento. É um convite a vigiar e acolher o Senhor que vem! É tempo de espera da segunda vinda de Cristo no fim dos tempos (primeira e segunda semanas) e de preparação da primeira vinda do Filho de Deus no Natal (terceira e quarta semanas).

No livro de saías (cf. Is 63,16b-17.19b; 64,2b-7), encontramos uma das preces mais bonitas da Bíblia que pede a Deus o Salvador. Ao povo abatido na volta do exílio, longe da Aliança, o Profeta aponta um futuro de esperança. Deus Redentor resgata. Deus Pai reúne sua família. Pela primeira vez, a Bíblia chama Deus de Pai. No evangelho, Jesus usa a palavra Pai cento e oitenta e quatro vezes. O Oleiro é Deus. O barro é o Povo. Somos barro, somos frágeis, mas as mãos de Deus nos modelam com a arte do Amor. Como na Criação do Homem do barro da terra, a Nova Criação muda o coração do povo e faz nascer a nova humanidade.

No Evangelho de São Marcos (cf. Mc13,33-37), o Senhor pede para vigiarmos e prepararmos a sua vinda O Discurso escatológico usa a Parábola do Porteiro. Um homem viajou e deu tarefas a seus servos. Ao porteiro mandou vigiar. O Dono da casa é Jesus que volta para o Pai. Ele confia aos discípulos a construção do seu Reino. O porteiro são as lideranças da Comunidade que devem vigiar e animá-la. A Parábola fala do Advento. A Vinda do Senhor nos dá Esperança: nosso caminho tem uma meta. Nós caminhamos ao encontro do Senhor que vem cheios de alegria. O Advento aponta para o fim da nossa caminhada. O Senhor nos dará a felicidade sem fim, a vida definitiva.

Advento é tempo de Espera do Senhor: o discípulo vigia sempre. Vigiar é assumir que a vida cristã é caminho rumo ao encontro final com Cristo Salvador e Juiz. Vigiar é ser responsável pela casa de Deus e protege-la de invasores. Vigiar é se empenhar pela vida, o amor e a paz. Vigiar é cumprir os compromissos do Batismo: é ser um sinal vivo do amor e da bondade de Deus no mundo. Vigiar é cumprir a Missão recebida: testemunhar Jesus e o evangelho. Vigiar é não viver como se a vida acabasse aqui: é viver confiante à espera da revelação plena do Senhor. Ele nos convida a não dormir, mas vigiar, prontos para lhe entregar a sua casa em dia a qualquer momento. O Advento do Povo de Deus na primeira vinda do Senhor foi de um caminho lento, obscuro e doloroso. Hoje, é para Cristo que caminhamos cheios de Esperança e Alegria.

O Advento pede atenção para vigiar no Senhor sem nos deixar levar pelo marketing consumista no Natal. Cristo pede um lugar em nossa casa, em nosso coração. Para isso, é preciso tirar tudo o que rouba o lugar de Cristo e impede nosso caminho para Deus. A Novena do Natal em família é um jeito de se abrir à Esperança e de se reunir na mesma Fé, para contemplar a ternura e o Amor de Deus. Quem acolhe Jesus em sua casa encontra a Paz, a Felicidade, a verdadeira Alegria. Assim é que se tem um Feliz Natal!

Dom Antonio Emidio Vilar, SDB

 


Artigos Recentes