03 DE JUNHO, SOLENIDADE DE CORPUS CHRISTI

A festa do Santíssimo Corpo e Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo nos remete ao século XIII, tendo sua origem em Bolsena na Itália. Certa vez, na referida cidade, quando o padre Pedro de Praga celebrou uma Missa, na cripta de Santa Cristina, aconteceu um milagre eucarístico: da hóstia consagrada começaram a cair gotas de sangue sobre o corporal após a consagração. Alguns dizem que isso ocorreu, porque o padre teria duvidado da presença real de Cristo na Eucaristia.

Papa Urbano IV (1262-1264), que residia em Orvieto, cidade próxima de Bolsena, onde vivia S. Tomás de Aquino, informado do milagre, então, ordenou ao Bispo Giacomo que levasse as relíquias de Bolsena a Orvieto. Isso foi feito em procissão. Quando o Papa encontrou os fiéis caminhando na entrada de Orvieto, teria então pronunciado, diante da relíquia eucarística, as palavras: Corpus Christi. Ainda hoje, conservam-se, em Orvieto, os corporais onde se apóia o cálice e a patena durante a Missa, e também se pode ver a pedra do altar em Bolsena, manchada de sangue.

O próprio Papa Urbano IV instituiu, oficialmente, a solenidade de Corpus Christi, em 1264, com textos da autoria de São Tomás de Aquino. É uma celebração de cunho propriamente ocidental, uma vez que nela se permite a procissão com o Santíssimo Sacramento pelas ruas e praças das cidades, procissão que já aparece na história da Igreja desde o ano de 1330.


Artigos Recentes