4° PROTOCOLO DE RETOMADA DAS ATIVIDADES DA DIOCESE DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA

São João da Boa Vista, 01 de novembro de 2021

Caros Diocesanos, Saudações de Paz e Bem!

CONSIDERANDO que no Estado de São Paulo a vacinação atingiu o patamar de 70% da população,

CONSIDERANDO que os índices de internação e infecção do novo coronavírus reduziram em nossa região,

CONSIDERANDO as orientações emanadas do Governo do Estado de São Paulo sobre a retomada das atividades,

CONSIDERANDO nosso dever de pastorear o Povo de Deus e zelar pela salvação das almas, vimos por bem emitir essas novas orientações:

  1. Sobre a ocupação das Igrejas: as igrejas e capelas já podem ser ocupadas com 100% da capacidade, inclusive podendo ficar os fiéis de pé durante a celebração. Mantendo o uso de máscara.
  2. Sobre a comunhão: Pode-se voltar às filas de comunhão. Recomenda-se higienizar as mãos antes da mesma. Não está autorizada a comunhão nas duas espécies, nem mesmo no Rito da Primeira Comunhão. A comunhão sobre as duas espécies fica reservada ao presidente da celebração e aos concelebrantes.
  3. Sobre as procissões: pode-se retomar com o uso de máscaras.
  4. Sobre os batismos: podem ser marcados de acordo com a capacidade da Igreja, sem a necessidade de limitar o número de crianças. Todos utilizam a máscara.
  5. Sobre o matrimônio: pode ser celebrado com a ocupação total da Igreja com o uso de máscara por parte dos participantes e padrinhos. Os noivos estão autorizados a participar sem máscaras, se assim desejarem. Não recomendamos o costume da máscara incolor por questões da não comprovada eficácia.
  6. Sobre a preparação para o batismo e o matrimônio: a partir de agora volta ser obrigatório a preparação (curso) para o batismo e o matrimônio (curso de noivos)
  7. Sobre a comunhão dos enfermos: está liberada de acordo com o 3° protocolo diocesano
  8. Sobre a unção dos enfermos: fica autorizado que os padres administrem a Unção dos enfermos nas casas. Nos hospitais e clínicas de idosos que se faça com a autorização dos responsáveis.
  9. Sobre as exéquias: estão autorizadas segundo as orientações de cada município sobre o tempo de velório e ocupação das salas
  10. Sobre os encontros de pastorais: estão autorizadas todos os encontros de pastorais e movimentos na forma presencial.
  11. Sobre a catequese Diocesana: a catequese está autorizada a partir de agora somente na modalidade presencial. Não está mais autorizado os encontros on-line.
  12. Sobre os encontros nas casas: estão autorizados os encontros nas casas, recomendando que sejam feitos em lugares arejados e com uso de máscara.
  13. Sobre as quermesses e eventos: estão autorizados os eventos com acapacidade máxima de pessoas sentadas e em pé. Para as atividades em espaços públicos fica necessária a autorização dos órgãos municipais.
  14. Sobre o preceito dominical: o preceito dominical está autorizado somente presencialmente, as missas on-line são de preceito somente para os doentes e impedidos. Para os demais o não cumprimento do preceito incorre em pecado contra o terceiro mandamento.
  15. Sobre as capelinhas da Mãe Rainha e imagens peregrinas: conforme já orientamos que se retome obrigatoriamente a peregrinação a partir de 01 de janeiro de 2022.
  16. Outros casos não contemplados neste protocolo seja sujeitado à Coordenação

Diocesana de Pastoral e ao Bispo diocesano
Lembramos que todas essas nossas orientações estão em conformidade com as orientações emanadas pelas autoridades civis de modo que não o fazemos sem respeitar os passos dados em cada fase da pandemia frente ao retorno das atividades. Rogamos as bênçãos de Deus pela intercessão de São João Batista patrono de nossa Diocese.

Dom Antonio Emídio Vilar,
SDB Bispo Diocesano

Pe. Luis Fernando da Silva
Coordenador Diocesano de Pastoral


Artigos Recentes