A Palavra se fez carne! Natal – missa do dia

    Na celebração do Natal de nosso Senhor podemos contemplar o rosto humano de Deus. nosso Deus todo poderoso é também cheio de amor; não se faz surdo ante nossas súplicas e dores, e Ele fala conosco!

    Nosso Deus não é mudo, Ele sempre fala! Sua Palavra o seu “Verbo eterno” tudo criou no amor e por amor! Acabamos de ouvir o “Hino à Encarnação do Verbo de Deus”, ou seja, o autor do quarto Evangelho nos leva a compreender o Natal de Cristo como o Natal da Palavra!

    “E o Verbo se fez carne”! Meu professor de grego enfatizava o se fez “carne”, humanidade! Nosso Deus poderoso, criador de todas as coisas, é amor, se faz gente em Cristo. Ele não só fala para nós, mas fala conosco, “veio para os seus” e veio para nos tornar “filhos no Filho”!

    “A Deus ninguém viu,”! Jesus nos mostra o rosto do Pai, cheio de graça e de verdade, amor e bondade. Jesus, nascido de Maria, é o “rosto humano de Deus”! Jesus nos mostra o Pai e nos dá a graça de vê-lo em cada irmão e irmã nossos. A Palavra se fez carne e habitou entre nós”!

    Deus, que fala conosco, nos convida à comunhão entre nós e com Ele. Seu desejo é que vivamos como seus filhos e filhas semeando e colhendo fraternidade, superando a maldade, a violência e as injustiças. A Palavra de Deus, Jesus Cristo nos vem ensinar a superar a ganância e o egoísmo.

    Contemplemos a humanidade da Palavra de Deus, principalmente nos que mais sofrem, nos migrantes, nos desabrigados, nos perseguidos. “Entre nós está e nem sempre o reconhecemos”!

Para que nasçam os homens de Deus foi preciso que primeiro Deus nascesse dos homens”. (Sto. Agostinho)

Mons. João Paulo F. Ielo


Artigos Recentes